A Comunidade, no seu início, era maioritariamente constituída por famílias provenientes das ex-colónias que vieram para Portugal a partir de 1975, nomeadamente Moçambique e Guiné-Bissau, bem como algumas pessoas oriundas do Norte de África (Marrocos e Argélia), Paquistão, Bangladesh e membros das diversas embaixadas de países Árabes acreditados em Portugal.

Há que ter em conta que uma parte significativa de jovens que compõem a Comunidade, são já naturais de Portugal, havendo hoje uma importante segunda e terceira geração aqui nascida.

Estima-se em cerca de 50.000 pessoas a população Islâmica em Portugal, que se estende por várias zonas do País, nomeadamente área da Grande Lisboa, Porto e zona do Algarve.

Pesquisar